palavras e caixas

Quantas palavras cabem em caixas pequenas? Quantas caixas são necessárias para abrigar todas as palavras que habitam uma mente?

Hermeticamente fechadas, oras nem ao menos abrem as janelas da alma para deixar fluir frescor para humanizar seu interior. Escancaradamente abertas, sem fundos falsos, sem armadilhas, permitindo transparência e acesso claro ao conteúdo, seja informação, vivência, conhecimento ou sentimento. Nossas caixas habilitam ora módulos, ora grandes setores abertos a inúmeras possibilidades de diagramação de palavras e conteúdo.

Quantas vozes se expressam e quantas se calam enquanto o relógio-mundo gira entorno de algo maior que não é meramente o astro-rei, é a grandiosa existência e percepção, seja humana, seja animal, seja orgânica, seja natural. As órbitas, as esferas rompem as barreiras das simples caixas cranianas humanas, são o cruzamento lúdico de universos infinitamente impossíveis, neurais, viscerais, guiados intuitivamente. Guiados? Vividos? Fluidez existencial.

A caixa é muito maior, e podemos explorar e extrapolar seus limites. As pequenas cabem mais do que podemos ver, basta imaginar. Nós cabemos ou nós contemos?

Quantas caixas cabem em meras palavras?

Anúncios

16 pensamentos sobre “palavras e caixas

  1. Bem, também já me fiz esta pergunta. Já escrevi sobre caixas, mas havia bolor naquela que descrevi. Tua questão é instigante. Quantas? Contém ou contemos?
    Penso que tudo… Uns mais, outros menos, mas o que há nelas, está guardado, pelo guardador, dono da caixa. Somente pela via do poema e do amor, conseguiremos desvendar, algo que estiver naquelas caixas…
    Excelente texto.

    Carinho.

  2. …Nossas caixas habilitam ora módulos, ora grandes setores abertos a inúmeras possibilidades de diagramação de palavras e conteúdo…

    Perfeito, não precisa falar mais nada.

    Eita que nossas caixas de reflexoes e textos inteligentes estão cada dia mais cheias, hein?

    Sabe o que tenho percebido? Que quanto mais escrevos, mais conteúdos e situações surge pra nos expirar, bacana isso nao, acha?

    Bela reflexão…Bjos de luz!

  3. Palavras infinitas em várias caixas. Limpas, secas, aveludadas. Potentes, incessantes, angustiadas. Pra dizer muito mais do que poderiam significar. A boca as projeta pra fora depois de desembrulhá-las de onde vieram. Um “ah”, um “oh” e fica tudo certo. Grandes e pequenas palavras….
    ps: adoro ler teus textos!! Beijos

  4. Pingback: The Economy » Blog Archive » Palavras E Caixas « Devaneios Viscerais

  5. Em pensar nas caixas, me pergunto: que tipo de caixa eu sou?
    Transbordo umas coisas, sofro ausência de outras… E é natural. O que não combina com essa condição é a acomodação, não é?!

    Enfim…

    Ótimo texto para o fim de ano.
    Quando renovamos as caixas, e a utilidade delas…

    =)
    Meu beijo.

  6. a caixa é sua antítese,
    o que ela aprisiona,
    ela protege.

    no seu limite,
    ela dá forma.
    se dá forma, dá significado.

    há algo que tenha um significado?

    mesmo a mais ínfima partícula que existe,
    está contida em sua caixa,
    em sua razão.

    se há algo que diz,
    esse algo limita,
    esse algo diz, rotula, é a caixa.

    a caixa é o cintila,
    a caixa, é o que liberta.

    para existir, é preciso antes ser,
    para ser, é preciso antes ser algo.

    não ser, é a prisão,
    é inumano, é irreal,
    nem onírico é. é uma aberração.

    tudo vale a pena
    quando a alma não é pequena.

    e a alma mora na caixa,
    mas o mundo, o universo,
    mora em si mesmo.

    abraços,
    Daniel.

  7. A ideia é ótima… mas em especial esta frase: A caixa é muito maior, e podemos explorar e extrapolar seus limites. As pequenas cabem mais do que podemos ver, basta imaginar. Nós cabemos ou nós contemos?

  8. O que se faz e aqui se diz enumera ordens ao som de tantos vértices. Nelas, as caixas, nem tem tanto sentido. Por elas os herméticos potes tornam-se tolos. Sem elas o singular invólucro nem tem sentido.

    Tantas coisas a dizer e muito ainda a ouvir.

    Eis que te escuto.

    Abçs meu caro,

    Novo Dogma:
    saCro…

    dogMas…
    dos atos, fatos e mitos…

    http://do-gmas.blogspot.com/

  9. Maravilha! Mais uma vez um texto lindo seu. E nem dá pra cálcular o quanto isso tudo que vc escreve contém.
    Suas palavras têm um tamanho que não dá pra medir…

    Deixei um meme pra vc no Alado!!

    Um beijo!
    :)

  10. Em meras palavras não cabem caixa alguma.Caixas aprisionam e as alavras livres são mais belas.
    Agora quanto a outras palavras,as vagas,essas sim caberiam em apenas uma caixa sem profundidade exata,uma caixa também livre de qualquer padrão…

    Belo texto..

    =*

  11. passei para desejar
    _________________Paz
    _______________União
    ______________Alegrias
    _____________Esperança
    ____________Amor Sucesso
    ___________Realizações Luz
    __________Respeito harmonia
    _________Saúde solidariedade
    ________Felicidade Humildade
    _______Confraternização Pureza
    ______Amizade Sabedoria Perdão
    _____Igualdade Liberdade Boa sorte
    ____Sinceridade Estima Fraternidade
    ___Equilíbrio Dignidade Benevolência
    __ Força Tenacidade Prosperidade Reconhecimento
    _______________!!!!
    _______________!!!!
    _______________!!!!

    beijos e FESTAS FELIZES

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s