entre estrelas

Eu vou domar um foguete
cavalgar entre estrelas
perder e ganhar dias e noites
anos-luz fora do tempo

luz na escuridão do vácuo
acompanhado por solidão

me perder
ganhar em miúda grandeza de ser

a existência toda ao alcance das mãos
tão grande que os olhos não conseguem perceber
nem se fechar de tão maravilhados pelo sentir

perdido no todo
achado no desconhecido
desconectado, imune a tudo
imerso no entusiasmo da descoberta.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s