feira da Praça XV

Passo por ali aos sábados de manhã
velhos, antigos, ultrapassados, desnecessário a desejados
sujos ou brilhantementes novos objetos antigos
a feira
de frente paras barcas
debaixo do viaduto
de cara para o antigo do Rio

me faz sorrir pelo lúdico
pelos velhos hábitos e formas de fazer as coisas
das histórias que não vivi, nem presenciei
vontade de viver vários tempos e realidades
tantos lugares e possibilidades

tantas pessoas e seus utensílios
suas traquitanas nas bancadas de madeira rota
quinquilarias pelo chão e lonas
suas vidas e as vidas de outros expostas
oferecendo de tudo, comprando e vendendo
novos e velhos a preços de banana
novos e velhos a preços de grife
gato por lebre
pó e sujeira a peso de ouro

alegria não tem preço
passeio que encanta e revela tantos segredos e possibilidades.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s