desabar… desabafo

Falho em mim quando falho com os outros, por parecer menos compreensivo, menos amigo, menos próximo, menos, menor e pouco… Falho em não enxergar que às vezes é necessário mais, me entregar mais, viver e compartilhar mais, aprender, ser, sentir, sorrir e estender as mãos.

Desabo então em saber que se abriu uma brecha, uma fenda que pode ou não virar uma enorme rachadura e depois um abismo colossal, daqueles que você grita para baixo e só o eco responde, ou a ideia de um eco soando vazio e seco na cabeça.

Algumas coisas mudam, internas e externas, sobra aquela sensação de querer mais, de faltar algo, de poder ao menos ter tentado fazer mais, mudar, mudar de opiniões, ter insistido… mas não rolou.

Talvez o pior erro que cometemos é aquele em relação a outras pessoas, pois antes disso, em essência, erramos antes com nós mesmos, e não nos tocamos. Fica o estrago do erro, uma relação arranhada, mas pesa muito mais martelando na cabeça.

Caio no vazio, mesmo sabendo da necessidade de seguir em frente. Uma fase natural, uma busca, um eterno encaixar das coisas, de tentar voltar a sorrir, a sonhar e fazer planos.

Reticências são possibilidades, então que seja feita uma nova chance. Que possa enfim poder saber aproveitá-la, se não houver túnel ou luz no final dele, que saiba como contornar, ou mesmo que seja ainda mais difícil, que saiba atravessá-lo escavando até o sangue e o suor escorrerem, forçando as energias no sacrifício do processo, na vontade de fazer tudo de uma forma melhor.

Anúncios

Um pensamento sobre “desabar… desabafo

  1. Roger,

    Não existe falha se o sentimento está presente e sem dúvida ele está impregnado em suas palavras. Não se deixe enganar nas medidas, métricas e nas comparações, sentimentos são mundanos, humanos e acima de tudo animais…nunca serão suficientes ou eficientes e nunca serão demais. Se vazio estamos e porque expulsamos os sentimentos, espelhamos a nós mesmos para a vida. E como é difícil saber o nosso peso, nossa imagem, nosso caminho, não existe o túnel nem a luz somente o delicioso e envolvente momento do ser.

    Um forte abraço meu amigo

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s