todos os amores são bonitos

Eu me chamo Antônio

Amem-se: amem a outra pessoa, independente da sua orientação sexual. Amem-se uns ao outros, independente da crença, religião, independente da cor, independente da identidade.

Amem até mesmo independente da outra pessoa não amar de volta.

Acima de tudo não tenha medo de amar, mesmo que dê aquele friozinho na barrica, insegurança.

Amor não se perde, não se desperdiça. Amor não se despedaça tão facilmente. Se tamanho não é documento, também amor não é algo que se possa medir, cobrar e tampouco julgar. Não se deve exigir prova, contra-prova e tampouco reprimir-lhe.

Amem-se e assim poderão ser amados.

— — —
Texto meu inspirado nas ilustrações, palavras e ideias de um grande amigo, poeta, pensador, um “vivedor”, que sabe deixar que as palavras o usem como canal, para levar belas mensagens, pensamentos, sorrisos e lágrimas. Que tem o coração aberto e rico, que inspira muita gente.

Guardanapo de Eu me chamo Antônio
— — —

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s