32

 
“Não confio em ninguém com mais de 30. Não confio em ninguém com 32 dentes.” diz a música dos Titãs. Mas quer saber, vou continuar confiando. Tenho 30 dentes e agora 32 anos. Se não confiar nas pessoas, certas ou erradas, que pessoa serei eu em achar que posso ser confiável aos outros?

Vou continuar dizendo o que sinto, sentindo o que sinto, desejando, querendo, me iludindo, errando e aprendendo. Mas continuo sem prometer ou jurar, melhor que isso, quero continuar tentando e fazendo aquilo que coração e mente quiserem que eu faça na mais pura sinceridade e vontade.

32 anos vividos, e nada seria se não tivesse a presença de família e amigos ao meu lado. O que sou nada mais é do que um tanto de cada um que me ajudou a conhecer coisas e fatos, passar por experiências, e aprender muito sobre sentimentos dos quais carrego com muito orgulho. Sou o melhor que posso nesse momento, para que possa harmoniar e tentar ser um pouquinho melhor daqui para frente. Mesmo errando, mesmo caindo, mesmo sofrendo, mesmo magoando, mesmo me perdendo, mesmo sorrindo, mesmo achando, mesmo duvidando, mesmo dando sorte. A cada segundo vejo como milhares de possibilidades, e sei que incompleto que sou, na humildade que posso, nas limitações que tenho, nas qualidades em que acredito, sou verdadeiro e me entrego timidamente em querer ser eu mesmo. 

Que novo ciclo que inicia, espero harmonizar e ser feliz. E quero contar com as pessoas que amo ao meu lado. 

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s