degrau

De degrau em degrau, subindo e descendo, levando a vida onde quero ou onde nem imaginava. Subindo a temperatura ou subindo à cabeça, intoxicando de pensamentos fúteis, escolhas bobas ou frustrações.

Pegando fogo. Sentindo ar faltar, amor faltar, grana faltar, o tempo passar. Pegando nada. Sentindo escorrer pelos dedos oportunidades, esperança faltar, alegria faltar, a pessoa passar.

A escada da vida parece estar meio bamba, fora de prumo. Ninguém passa por baixo por superstição, prefiro não arriscar. Por que não subir, apenas pelo medo de cair? Prefiro arriscar.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s