bem longe

Olho o horizonte dentro de mim. E de lá pra tão longe um infinito particular, um obscuro incerto, ou um sol brilhando raios de pura harmonia.

Alegre, insano, criança ou ilusão, uma poética corda bamba de incertezas.

Momentos…
De parar, perceber, refletir, descer do salto e voltar.
Baixar a bola que vem mais.
Levantar a cabeça pra seguir fazendo acontecer.

Calma…
Que ainda há muito que aprender, viver, sofrer e sorrir.
Humildade para aceitar, assimilar e respeitar.
Sinceridade pra abraçar o puro “eu” interior.

Bem longe, mais perto do que penso, ao alcance dos dedos, fora do alcance do coração, a mente viaja e chega antes, às vezes não volta. Mais utópico do que sonhar é viver. Expectativas são difíceis de lidar, complexas de entender, difíceis de decifrar, quase impossíveis de controlar.

Quando a mente sente e o coração quer agir com razão, sabe-se lá o que governa o próprio ser, senão a mágica que nenhum mágico revela os segredos. Segredos, que existem ou não, fazem parte da fantasia de viver.

Bem longe sei que existe algo: um destino, um caminho, uma decepção ou algo mais puro que busco. Não sei dizer e não posso prometer encurtar o mapa, pois não há como cortar caminhos da vida.

Às vezes me distancio, mas sei que mesmo bem longe de mim, ainda sou eu mesmo.
Às vezes me aproximo, mas sei que mesmo bem perto de mim, ainda sou dúvida de mim mesmo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s