fogos

Explode algo dentro do peito, como fogos de réveillon: barulhento, forte e intenso, colorido e alegre, perigoso e festivo. Alegria reprimida, expulsa em violenta explosão. Alegria inventada, maquiada de colorida inovação.

Nem sempre a pulsação é boa, o ritmo muda, o sorriso mascara uma certa tristeza ou nostalgia, um arrependimento ou sofrimento de flecha certeira, que endurece e trava, que faz doer quando ninguém vê.

Nem toda ressaca é de porre, às vezes é mais moral que física. Nem toda lua é cheia, nem toda lua cheia é completa. Nem todo abraço é correspondido. Nem todo fogo é explosão de alegria.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s