galáxias


Somos seres humanos, mundanos, munidos de energia, matéria e um monte de coisas inexplicáveis. Somos forças e fraquezas, sujeitos a forças e vetores que nos prendem ao chão ou jogam aos quatro ventos. Rompemos continentes e movemos montanhas, repartimos e achamos que descobrimos a menor das menos partes que nos compõem, e saímos da esfera terrestre. Partimos rumo ao desconhecido universo da mente humana e seus segredos. 

Fomos atrás de sonhos e aprendemos o poder de acredirar. 

Somos pequenos perto da imensidão das galáxias. Nossa insignificante proporção é que nos torna tão importantes em significado. Ao mesmo tempo que somos compostos por moléculas e outras coisinhas tão nano que nem conseguimos medir, o universo é composto por milhares de seres, como eu, como você, como outras espécies e seres que talvez nunca iremos esbarrar pelo caminho, mas existem, coexistem. 

Não somos nada sem os menores e os maiores ao nosso lado e acima de nós. Como também a imensidão das galáxias não seria a mesma sem o brilho dos nossos olhos. 

seja


Seja a transformação, a cura, a razão, a pureza que você mesmo deseja, seja a bondade, a humanidade, o amor, a força. Seja e acredite. Gandhi tinha razão. Não adianta buscar isso no mundo, em pessoas, bens ou coisas, se não partir algo sincero dentro de si.

Já despertaram coisas muito boas e ruins em mim. Também acredito já ter ajudado a despertar coisas boas em outras pessoas. Percebi como ainda tenho muitos defeitos e o que melhorar. Mas não posso me diminuir e tenho que acreditar também nas minhas qualidades, não teria chegado até aqui sem elas. 

Seja a grandeza com humildade, o amor sem cobrança, a dedicação sem dor. Seja ajuda sem querer nada em troca. Pois virá naturalmente um mundo de coisas boas. Seja paz, e harmonia virá na medida e simplicidade certas. 

e quando eu voltar


Eu vou lá, seguir em frente em busca, a caminho da felicidade. Me abraço, me consolo e conforto, me olho nos olhos e me toco o coração. Aproximo da razão, recheada de emoção, pois assim sou. Eu preciso andar. E de dentro para fora buscar forças, para alcançar. O que falta preencher no meu eu, só a mim mesmo cabe completar. Quem quiser, virá apenas a somar e compartilhar, e que venha de peito aberto também. Estou chegando…

hora, dia e local


Quando alguém marca hora para ser feliz, não há como garantir ser feliz naquela hora. Ser feliz não tem hora marcada, não é consulta médica, não segue receita e nem se compra em prateleira. É como dieta, doses diárias, tem que buscar com a mesma disciplina e empenho de atleta em exercício, pois o retorno disso vem. A felicidade não chega nem se fecha apenas no fim, ela é também o meio e o caminho da vida. 

porto seguro

Quando só me restarem dúvidas, farei delas o maior impulso na busca de afirmar o que sou e o que sinto. Se as certezas estiverem abaladas, ao menos em mim terei algum porto seguro, a quem recorrer, consultar e reler aquela sinceridade de criança.

Posso oferecer o melhor que tenho, o melhor que sou, meus sentimentos mais puros, meu olhar e timidez, meu carinho e companheirismo. Mesmo as mãos trêmulas de medo pelo que vier a encarar, podem ao se fechar, agarrando uma a outra, ganhar força e coragem. Minhas mãos e palavras não pagam contas, não mudam opiniões, mas minha presença pode ajudar a ser um escudo contra a sociedade e as babaquices do mundo.

Desejo te segurar pela mão, olhar nos olhos e dizer “vamos juntos”.

Não tenho medo das opiniões alheias, pois contratempos e ignorância, intolerância sempre existirão. Meu medo mora em não poder viver o que mais quero.

Se o mundo ruir, mesmo assim eu ficarei. Se todos forem contra, mesmo assim acreditarei. Chegando meu momento e vou brilhar, seguindo meu rumo, refletindo brilho das energias boas à minha volta.

Vamos brilhar juntos, nós que acreditamos na liberdade. “Vamos viver tudo que há pra viver, nos permitir”, acreditando que qualquer dificuldade no caminho é pequena diante das conquistas que tivemos e ainda poderemos alcançar.

era uma vez

Há muito tempo atrás havia um poeta, e nada mais. Como surgiu o poeta não se sabe. Mas também, sobre outro grande ser não se sabe bem sua história. E nada mais havia.

Na cabeça do poeta começava um certo desconforto, um chamado para despertar da falta de algo que ele não sabia o quê. Então o poeta pôs-se a imaginar. E veio cor, veio ideia, veio dúvida, encanto, poesia, veio vontade e veio vida. Imaginou o que o alimentaria, e como isso viria. Imaginou como seria sua própria forma, altura, pele, seus sentidos e a forma como expressaria aquilo tudo. Começou a tecer uma complexa e harmoniosa teia em uma tela que não era mais branca.

E então abriu a mão, imaginou uma semente pequeninha, planou na palma da mão e a fechou. Regou com seus pensamentos mais criativos, inventivos e amor. Descobriu que queria compartilhar, e se sentiu sozinho, então imaginou mais um pouquinho, outros como ele.

E aquela sementinha em sua mão foi crescendo, fincando raízes, e ele pôde observar diante de si o grande feito que imaginara. Algo complexo, colorido, vivo, e ele não estava mais sozinho. Já não cabia em suas mãos e por outras mãos foi sendo também cultivado. Era maior que ele próprio.

Era uma vez um poeta, que criou o mundo, maior do que achou que pudesse imaginar.

presente

O passado foi o presente de ontem
o futuro será o presente de amanhã

presentes podemos ganhar
podemos dar
podemos fazer e cultivar

não precisamos viver só do presente
podemos também presentear.

poeta tolo

Hoje acordei morto e destruído
me transformei em raio, rápido como trovão
me benzi na água gelada

hoje fui lixo, virei água, farelo e resto

hoje fui herói e vencedor

hoje senti a tristeza me abater
a alegria me animar
a tristeza me ensinar criatividade
e a alegria me fazer repousar

hoje não passo de um poeta tolo
um sonhador de sonho solitário
nem lágrima consegui ser.

Não tenho medo de dizer o que penso.
Tenho medo de só dizer, sem prensar. Tenho medo de não pensar.
Dizendo ou não. (RM)

Se a vida fosse só o que nos servimos à primeira vista, nunca descobriríamos o que é seguir em frente. (RM)

Poesia ao despertar do dia é ainda sonho
Poesia ao deitar à noite é ainda vida. (RM)

Tudo que escrevo é questionável
pois me sobra ignorância e falta beleza poética.
Antes as dúvidas que me despertam olhares curiosos e descobertas
que certezas que se limitam às verdades. (RM)

encanto poético

Hoje a poesia espreguiçou e levantou da cama
bateu à minha porta me sorrindo
e me fez sorrir junto

tomamos um café gelado
para alegrar um pouco a alma

falamos besteira
rimos da vida
rimos de nós mesmos

eu a escrevi
ela me escreveu

hoje o dia foi hoje,
foi ontem e foi amanhã
hoje foi pouco
e deixou um pouquinho de saudade
deixou um gostinho de quero mais

a poesia me trouxe encanto
a poesia me trouxe dúvidas
a poesia me deu força para calçar os tênis
a poesia me pousou na cama
a poesia me deu esperança
mas a poesia também me ajudou a segurar as lágrimas

hoje a poesia me acompanhou.

acorde para a vida

Café é uma convenção social…
sozinho só serve para queimar a língua ou pintar de preto os órgãos internos
acompanhado nos faz as pessoas mais legais que existem
desculpa para puxar papo
que cura sono é dormir
que cura tédio é se divertir
que faz o sono bom é deitar com a cabeça leve
e acordar sonhando
que faz a diversão boa é ir de peito aberto
e rir a toa, mesmo sozinho
beba da fonte da vida
com suas texturas e cores
pinte o coração de alegria
acorde para a vida.