desafie seus gigantes

Não sou cara de desafios, nem de me colocar à prova, mas hoje desafiando o maior dos gigantes, o único gigante contra quem devo travar harmoniosa e dura batalha: eu mesmo. Sou meu maior companheiro, meu maior oponente. Entre dificuldades, dúvidas, decepções e frustrações, entre choro, raiva, entre tristeza e alegria, sorrisos, carinho, apoio e negações, escolhi e busquei tentar superar e vencer. Reconquistar meu espaço, poder olhar novamente no espelho, poder olhar cada canto do Rio de Janeiro sem precisar chorar por boas lembranças, momentos e histórias vividas que não vão voltar. Não peço pra voltarem, e não me arrependo de nenhum momento vivido ou não tendo sido possível de ser vivido. Mas na boa, a vida abre e brilha como sol todos os dias, então não me cabe ser refém de mágoas, por isso mudo minha cabeça e trilho desejando felicidade a mim e a todos. Sem egoísmo, mas minha felicidade é importante. Sem ego, mas eu sou importante, e devo me valorizar. Sem medo, pois já passei riscos de mais e sai ileso, de mente tranquila e consciência limpa, por não mentir quem e o que eu sou. Mesmo fraco ainda, hoje sou mais forte, grita em mim uma pura vida, jovem e linda, e isso ninguém me tira.

pedalar – modo dois

Se olhar para a frente, existe você e o mundo
se olhar para os lados, tem mais gente
se olhar para trás, tem realizações
se olhar para baixo, tem firmeza
se olhar para o alto, tem elevação e espírito livre
se olhar para dentro, tem um mundo inteiro dentro de você

o respirar é mais intenso e vivo
é como encontrar a pessoa amada e sentir o palpitar diferente

se parar, pode até não cair
é a incrível arte de se equilibrar em poucos centímetros
mas a vontade de voltar ao movimento logo te convida novamente
cada vez que continua, não quer mais parar
e pra que?
é tão bom assim.

pedalar – modo um

Se parar, se parar você cai…
se cair, você levanta
se te derrubarem, passe adiante…
se te atropelarem, confirme suas convicções e caia fora…
passa muita coisa, a gente nem vê…
mas o que passa e grava na retina, fica, grava na memória boa…
e isso é para cultivar, de coração aberto.